Como usar uma senha forte e segura

Sabe-se que as senhas protegem seus dados na web, mas muitas vezes elas não são fortes ou seguras o suficiente para te proteger.

Para isso, é necessário ter alguns cuidados básicos na hora de criar senhas fortes, como por exemplo, evitar o uso de senha comum e garantir uma armazenagem segura. Você tem dúvida se a sua senha não é vulnerável? Fique tranquilo, que traremos abaixo diversas dicas para te ajudar a preservar seus dados.

Vive esquecendo suas senhas?

Algumas senhas são complicadas de memorizar, ainda mais para os diversos dispositivos e programas que existem hoje, como acesso ao e-mail, as redes sociais, conta bancária, sem falar na senha do celular e do wi-fi.

São muitos números, letras e símbolos que precisamos memorizar, sabemos disso, mas por mais difícil que seja, a senha continua sendo o que protege seus dados no ambiente digital. Então, o cuidado é indispensável e por este motivo devem ser guardadas em segurança.

Continue lendo e entenda como criar uma senha segura.

Senhas comuns existem e são as mais fáceis de descobrir.

Data de nascimento, nome, apelido, 1234, número de telefone, nome de namorado, filho ou pais são as senhas mais vulneráveis. Se você acredita que ninguém vai suspeitar, está enganado, pois além de serem as senhas mais comuns, são dados divulgados que todos possuem acesso.

Tudo que estiver online que remeter a sua pessoa, como endereço, cidade natal, parentes queridos e até nomes de animais de estimação, fazem parte das senhas comuns. Então não use senha nesse estilo. Vamos às dicas da Cyber?

1- Método de Sequência

Este método também conhecido como “Método Bruce Schneier”, é uma estratégia de senhas que utiliza alguma frase aleatória, introduzindo uma certa regra. Um exemplo disso, é usar as duas primeiras letras de cada palavra da frase, como da frase ao lado “Eu amo burritos que servem no México”.

A senha ficaria assim:

EuambuqusenoMé

Para qualquer pessoa esta senha seria confusa, mas para você faz total sentido e é isso que faz dessa técnica parte das dicas da Cyber.

2- Método Leet

Este método usa várias combinações aleatórias de caracteres, mas vamos de ensinar através de um método mais simples.

  1. Escolha uma palavra com no mínimo oito letras. Vamos usar como um exemplo a palavra “cybersul”.
  2. Troque duas letras por números como fizemos ao lado: “cyb3rsu1”. Aqui mudamos o “e” por “3” e o “l” por “1”.
  3. Agora troque duas letras por símbolos semelhantes. Nós mudamos o “c” por “<“ e o “s” por “$”. O resultado ficou “<yb3r$u1”.
  4. Por fim, só incluir duas letras maiúsculas. Nós mudamos o “b” para “B” e o “r” para “R”, finalizando assim: “<yB3R$u1”.

Além dessa dica onde você muda as letras de uma palavra, você pode fazer isso numa frase que seja mais fácil de lembrar, como um nome de um filme. Neste caso, você aplica a alternância entre caracteres na frase.

Em relação às regrinhas apresentadas acima, vamos alertar o uso de caracteres em um exemplo, ao invés de mudar a palavra “arara” para “4R4R4”, é melhor utilizar a junção de 4 palavras aleatórias que leva mais tempo para decifrar como “pizzamorangoportamesa”. Lembrando que uma senha mais longa é muito mais forte.

3- Dicas extras

Separamos algumas dicas adicionais sobre a segurança dos dados:

a) Não compartilhe sua senha por mensagem ou por e-mail para ninguém.

b) Assim que terminar de ler, compartilhe esse artigo para sua família e amigos, para se protegerem junto de você. Ninguém está preparado para uma violação de privacidade.

c) Se quiser mais proteção, obtenha um antivírus. A Cyber pode te ajudar.

Estas foram as dicas da Cyber Sul. Quer saber mais como deixar seus dados mais seguros? Dê uma olha em nossos artigos que vamos te atualizando com informações poderosas sobre a sua segurança e a da sua empresa.

WhatsApp chat