Link falso no WhatsApp: cuidados para não cair em golpes

Você sabia que a maioria dos golpes que roubam dados pessoais acontecem com um simples clique em um link falso no WhatsApp?

O aplicativo de mensagens mais popular no Brasil e no mundo reúne spams e fraudes de todos os tipos: fake news, correntes e falsas promoções ou promessas de brindes.

Mas a boa notícia é que, com algumas dicas simples, é possível evitar cair em um golpe de link falso no WhatsApp.

Então, continue a leitura e entenda mais sobre esse tipo de fraude e o que você pode fazer para evitar se tornar mais uma vítima dos cibercriminosos.

Como funcionam os golpes de link falso no WhatsApp?

 

Os golpes cibernéticos têm se tornado mais e mais sofisticados, fazendo com que milhares de pessoas se tornem vítimas diariamente.

Isso porque, geralmente, esse tipo de fraude se utiliza de nomes de grandes empresas para imprimir credibilidade.

É o que aconteceu algumas vezes com a perfumaria O Boticário.

Falsas campanhas no WhatsApp pediam para os usuários clicarem em links, onde eram redirecionados e induzidos a confirmar dados pessoais para receber perfumes e outros itens d’O Boticário.

Com mensagens chamativas como “Brinde Surpresa” ou “Perfumes 100% grátis”, os criminosos chamavam a atenção dos usuários e se aproveitavam de datas comerciais como Dia das Mulheres ou Dia das Mães para aplicar o golpe.

O Boticário realmente realiza ações em que dá brindes e amostras para os consumidores – mas raramente elas acontecem via WhatsApp.

Por isso, é preciso ficar atento aos mínimos detalhes e tomar medidas de segurança para evitar ter seus dados roubados ou seu celular invadido por vírus e malwares.

7 dicas para evitar cair em armadilhas virtuais

Qualquer pessoa pode se tornar vítima desse tipo de ação maliciosa, já que os golpes têm se tornado cada vez mais sofisticados, com plataformas muito parecidas com os sites verdadeiros.

Portanto, a principal forma de evitar cair em armadilhas virtuais é se manter alerta e desconfiar de todas as mensagens suspeitas que receber pelos aplicativos de mensagem.

A seguir, confira 7 dicas de segurança para não se tornar uma vítima de um golpe de link falso no WhatsApp:

1. Cheque se o link é verdadeiro

Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas não fazem essa checagem e acabam caindo facilmente em golpes como esse.

Por isso, sempre que receber uma promoção via WhatsApp, vá até o site oficial da empresa e descubra se a divulgação também está sendo feita por lá.

Se a ação for verdadeira, participe diretamente no site da empresa – é mais confiável e seguro.

2. Fique atento a erros gramaticais ou ortográficos

Se as mensagens apresentarem erros gramaticais, ortográficos ou de digitação, fique atento!

Além disso, desconfie do tom imperativo e de comando, como “clique no link e obtenha a vantagem agora mesmo”.

3. Desconfie de mensagens que solicitam dados pessoais ou bancários

Lembre-se de que seus dados pessoais e bancários devem estar muito bem protegidos.

Portanto, se a mensagem solicitar que você envie informações como data de aniversário, senhas e dados de cartão de crédito, desconfie!

4. Não repasse correntes

Nenhuma empresa séria irá pedir para você repassar a mensagem a um grande número de usuários para que receba um brinde.

Com a funcionalidade que permite saber que a mensagem já foi compartilhada, fica mais fácil saber que se trata de uma corrente.

5. Cuidado com URLs encurtadas

Desconfie de sites com URLs encurtadas e com nomes editados.

Normalmente, esse tipo de golpe direciona os usuários para sites falsos, onde existem formulários maliciosos que prometem descontos, vouchers e serviços/produtos gratuitos.

6. Desconfie de mensagens e promoções sensacionalistas

Se uma promoção ou notícia parece ser “boa demais para ser verdade”, desconfie.

Normalmente, as empresas não oferecem produtos ou serviços premium de forma gratuita ou com um desconto muito alto.

7. Instale um bom antivírus em seu celular

Esses aplicativos podem ajudar a evitar algumas ameaças, investigando e bloqueando algumas URLs perigosas já cadastradas em seu banco de dados.

Porém, é preciso ficar atento, pois nem todos os sites maliciosos estão cadastrados no antivírus – e alguns golpes se utilizam de links para capturas de informações e não vírus propriamente ditos.

Ao longo deste artigo, mostramos algumas dicas para evitar cair em golpes como o do link falso no WhatsApp.

Cada vez mais comuns e sofisticadas, essas artimanhas têm feito muitas vítimas diariamente. Por isso, é importante adotar uma postura de alerta ao receber qualquer tipo de conteúdo pelas redes sociais e aplicativos de mensagens.

Para mais dicas de proteção e cibersegurança, confira outros conteúdos em nosso blog!

WhatsApp chat